A origem do nome deu-se pelos dos senhores de engenho que mantinham inúmeros fornos. A 1ª olaria foi construída em 1821 por iniciativa da família Ferreira, aproveitando a abundância de barro oriundo do Morro do Alemão, pertencente àquela época à dita família.